FraseDefendaCaixa-600x400.jpg

Comitê Nacional lança cartilha sobre a importância da Caixa continuar 100% pública

27/11/17 18:00 /

 

Já está disponível para visualização, download e impressão a cartilha da campanha “Defenda a Caixa você também”. Produzida pelo Comitê Nacional em Defesa da Caixa, a publicação traz um resumo da mobilização em defesa do banco 100% público, bem como dados sobre a atuação da Caixa em áreas como habitação, saneamento básico, pagamento de programas sociais, gestão do FGTS, esporte, cultura e repasses sociais das loterias, entre outras.

Baixe a versão eletrônica da cartilha.

Baixe a cartilha para impressão.

A distribuição de versões impressas da cartilha começa nos próximos dias. Na segunda e na terça-feira, 28 e 29 de novembro, serão entregues em gabinetes de deputados federais a serem visitados pelos membros do Comitê Nacional. Também no início da semana, gestores municipais reunidos na 72ª Reunião Geral da Frente Nacional dos Prefeitos, em Recife (PE), serão conscientizados com o uso do material. A publicação ainda será enviada para os empregados do banco e entidades representativas.

“De forma simples e didática, a cartilha mostra que é fundamental que a Caixa continue 100% pública e a serviço dos brasileiros em geral. Ao setor privado não interessa o papel social desempenhado pelo banco. Ou seja, se a Caixa for diminuída, fatiada e privatizada, como deixam claro os planos do governo, todos os cidadãos serão prejudicados. Por isso, defender a Caixa é defender o Brasil”, afirma o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira.

Números da Caixa

Entre os dados da cartilha da campanha “Defenda a Caixa você também”, um dos destaques vai para a área de habitação. O banco é responsável por 70% dos financiamentos do país, com carteira superior a R$ 420 bilhões. Além disso, desde 2009 é o operador do Minha Casa, Minha Vida, programa que já beneficiou mais de 3,3 milhões de famílias, entregou, em média, 1.200 casas por dia e gerou 1,2 milhão de empregos.

Sobre o FGTS, outra mostra da importância da Caixa. A instituição administra atualmente R$ 487,3 bilhões do Fundo de Garantia, que, além de socorrer trabalhadores em momentos de dificuldade, já financiou obras de infraestrutura urbana em mais de 4 mil municípios. O banco 100% público ainda paga bilhões de Reais em benefícios do Bolsa Família, Seguro-Desemprego, PIS, Abono Salarial, aposentadorias e pensões do INSS.

“Ainda podemos destacar os repasses sociais das loterias, que poderão diminuir e até acabar caso elas sejam assumidas pela iniciativa privada. Entre 2013 e junho deste ano, por exemplo, foram arrecadados R$ 58,9 bilhões, dos quais R$ 21,6 bilhões foram repassados para as áreas de seguridade social, esporte, cultura, segurança, educação e saúde. Isso só é possível porque a Caixa é 100% pública”, acrescenta Jair Ferreira.

Defenda a Caixa você também

A campanha “Defenda a Caixa você também” começa a tomar conta do país, mostrando a importância do banco para o Brasil e os brasileiros. Ela foi lançada no dia 3 de outubro, no Rio de Janeiro (RJ), e é o carro-chefe do Comitê Nacional em Defesa da Caixa. Além da Fenae, o colegiado é formado por Fenag, Fenacef, Advocef, Aneac, AudiCaixa, Social Caixa, FNRU, Contraf, Contec e as centrais sindicais CUT, CTB, Intersindical e CSP/Conlutas.

Acesse o www.defendaacaixa.com.br e saiba mais!