Aneac

Fenae participa de Congresso da Aneac com debate sobre defesa da Caixa 100% pública

22/11/17 16:57 /

 

A defesa do papel estratégico da Caixa Econômica Federal para as políticas públicas do país, com destaque para o caráter 100% público do banco, estará em debate no Congresso que a Associação Nacional dos Engenheiros e Arquitetos da Caixa (Aneac) realiza em Brasília (DF) – Hotel Meliá, entre os dias 23 e 25 de novembro. A abertura do evento está programada para quinta-feira (23), a partir das 17h, e contará com a participação de Cardoso, diretor de Administração e Finanças da Fenae.

O diretor de Assuntos Jurídicos da Aneac, Geraldo Aires da Silva Júnior, explica que o Congresso da entidade irá discutir questões internas relativas ao segmento dos engenheiros e arquitetos da Caixa, assim como o cenário externo que impacta no funcionamento da empresa, que atua como parceira do Estado brasileiro na execução de políticas públicas. Nessa ocasião, segundo ele, haverá ainda o lançamento do Movimento Nacional em Defesa da Arquitetura e da Engenharia Públicas, tendo em vista os frequentes ataques perpetrados pelo governo ilegítimo de Michel Temer contra a área de habitação do banco.

O dirigente da Aneac esclarece que o Movimento Nacional em Defesa da Arquitetura e da Engenharia Públicas será um braço importante da campanha “Defenda a Caixa você também”, lançada em 3 de outubro pela Fenae e por outras entidades representativas, sob a condução do Comitê Nacional em Defesa da Caixa. O foco desse debate será o atual contexto econômico do país, que impacta o setor de habitação e infraestrutura com recursos públicos, com ênfase para o cenário dos projetos e obras públicas, assim como sobre a importância do papel dos profissionais de arquitetura e engenharia no setor público.  

Ele afirma ainda que, dentro da Caixa, um dos principais ataques do governo Temer se direciona à subsidiária Caixa Imóveis (antiga Habitar), que vem sendo desmontada por meio da contratação de profissionais estrangeiros para assumir a função antes exercida por engenheiros e arquitetos do próprio banco. Como consequência disso, Geraldo Júnior diz que irá “ocorrer o fim do emprego na área de Engenharia e Arquitetura do banco, situação que precisa ser combatida pela mobilização do conjunto dos empregados da empresa”.

O Congresso da Aneac pretende ainda refletir acerca da relevância dos serviços prestados pela Caixa, destacando o seu caráter inovador. Os participantes do evento irão discorrer sobre a importância do papel desempenhado pela Caixa na efetividade dos direitos individuais e coletivos, alinhado aos valores constitucionais e democráticos. A avaliação é a de que essa atuação é positiva e alcança ainda milhões de cidadãos, sempre em benefício de toda a sociedade.